7 Anos de Casados
Rojo Tango
Alongamento de Cílios
Água Saborizada
Vou começar pelo óbvio: sou uma mulher cheia de curvas. Tem quem ache que isso é eufemismo para dizer que sou gorda. Mas vai muito além. Meu corpo tem curvas (sim, algumas causadas pelas gordurinhas), meu cabelo tem curvas (ondulado no melhor sentido- não é liso e nem faz cachinhos), minha personalidade dobra e se desdobra várias vezes ao dia, como se estivesse em uma estrada contornando a serra.

Até o ano passado meu excesso de peso estava me incomodando como nunca tinha incomodado antes. Além dos problemas de saúde (sempre fui uma gordinha super saudável- até virar uma super gorda bem doente) que me levaram ao hospital – uma anemia tão grave que precisei fazer transfusão de sangue– a imagem no espelho não me agradava mais.

Foi aí que decidi mudar. Entendi que aquela vida de refrigerante todo dia, gorduras, frituras, doces, salgadinhos, besteiras na rua, pizza e fast food iam acabar me matando e me deixando muito feia.

Junto com uma equipe médica troquei meus hábitos. Totalmente. Sim, fui bem drástica, passei vontades e não caí em tentação. Fui forte e cheia de força de vontade. Quis mudar do fundo do meu coração. Os resultados começaram a aparecer e estou adorando.

2014 – 2015



Agora já são seis meses na reeducação alimentar e já posso me permitir algumas ‘gordices’.
O mais legal desse processo é que a grande maioria das coisas que eu comia loucamente antes da reeducação alimentar já não me dão água na boca (frituras e comidas cheias de gordura me enjoam o paladar).
Descobri muitas opções saudáveis para as besteiras que eu comia diariamente e o quanto são gostosas essas opções.

02

Minha imagem no espelho voltou a me refletir, estou começando a fazer exercícios.
Trabalho em home office e ficar dentro de casa no computador o dia inteiro não pode ser bom para minha saúde, preciso muito começar a me mexer. Mês que vem começo a fazer um treinamento funcional na praia, já que moro na orla, fica fácil o acesso.

5555

Depois disso chegou a vez de assumir os cabelos ondulados. Questão complicada, pois um cabelo indeciso é difícil de se manter.
Tem dias que ele está mais liso, outros com mais ondas, porém inevitavelmente ele estará CHEIO.
As escovas progressivas duram séculos em mim, mas estava enfraquecendo de mais minhas madeixas. E não é todo dia que tenho tempo/paciência/vontade de arrumar minhas ondas.

Tenho hidratado muito os fios para que eles fiquem mais lindos sem muito esforço e até que vi resultados. Com a ajuda de algum leave-in adequado tenho tido agradáveis surpresas com a cabeleira.

Untitled-3

Saio de casa toda trabalhada nas curvas e estou adorando. Aos 27 anos estou me redescobrindo, me cuidando como nunca antes tinha feito NA VIDA e o melhor de tudo: me amando mais do que nunca.

Inclusive recomendo o amor próprio. Melhor cosmético do mundo. Quando a gente se ama fica muito mais fácil para o mundo nos amar de volta.

Muita auto estima envolvida para se amar até fazendo careta! =P

Muita auto estima envolvida para se amar até fazendo careta! =P



Ainda vou fazer um post bem detalhado sobre a reeducação alimentar e os tratamentos capilares. Queria antes explicar para vocês os motivos que me levaram a mudar tanta coisa na minha vida.

Essa foi minha jornada, um pouco resumida nos últimos meses para me redescobrir, moldar e amar. Se você está nesse processo, já passou por ele ou pensa em começa-lo, vamos conversar sobre isso lá na page do facebook? Clica aqui, senta, pega um suco e vamos bater um papo.

Beijoooxxxxx