Como foi o Rock In Rio…

E lá se foi a edição de 2015 do Rock in Rio no Rio. Como eu já tinha dito por aqui, eu e minha turma fomos no primeiro dia (18/09). Organizamos nossa ida da forma mais simples e barata possível. Nos encontramos todos no terminal Alvorada e de lá pegamos o BRT direto para a cidade do Rock. Fizemos isso as 13:00 da tarde, então ainda estava bem vazio e não pegamos fila nenhuma. Porém o calor já estava castigando.

01

Eu, marido, irmã e mamys: figurinhas carimbadas em todos os RIR

Esse ano a amiga Yasmin se juntou a turma e guentou nosso pique. Tá de parabéns!!

Na fila pegamos um sol de 40º e não teve protetor solar que desse jeito: ficamos todos assados e vermelhos.  Mas como nada nos desamina, assim que entramos fomos direto para o chafariz, que não dá mais para tomar banho! =(

Logo mais na frente tinha um ‘ ROCK IN RIO’ maior que eu, onde dava para se refrescar e fomos com tudo… A gente e as outras dez milhões de pessoas que estavam lá passando calor, então era meio impossível que a foto não saísse cheia de intrusos…

Ta calor, ta quente. Ta calor, ta quente.

Pronto, refrescados e molhados, era hora de almoçar. Certo? Errado… Minha mãe quis ir logo comprar o Rock in Rio Club para garantirmos nossos ingressos na pré venda de 2017. No caminho do stand do RIR uma paradinha para uma foto com a vaquinha da Piraquê:

Tirem foto com a vaquinha e ganhem um brinde. Expectativa: um biscoito da vaquinha. Realidade: um ioió =/

Agora sim, vamos almoçar. Comi um macarrão terrível do Spoleto que nem vale comentar. O marido comeu uma pizza da Dominos que essa sim merece elogios. Em meio ao caos da hora do almoço estavam servindo uma pizza bem saborosa, quentinha e caprichada. Pelo mesmo preço (vinte reais) do macarrão xexelento.

05

Quando compramos o RIR Club ganhamos vales vips para os brinquedos (tirolesa, roda gigante e montanha russa). Minha irmã e a Yasmim aproveitaram enquanto eu, marido e mamys explorávamos a cidade do Rock.

06

Palco Sunset ao fundo…

Depois nos encontramos para explorar os stands juntos e o mais legal foi o do energético Fusion. Mesmo ficando quase uma hora e meia na fila o resultado foi esse:

09

10

Depois de pintar, fantasiar e bater fotos, ganhamos uns copos legais com dois dedos de energético.

Já era a nossa hora de irmos na roda gigante (pelo aplicativo de celular ‘Bloom’ marcávamos a melhor hora para irmos nos brinquedos e assim evitar fila). Só que os fogos começaram enquanto íamos para a roda gigante. Era sinal que os shows no palco mundo iam começar. Íamos curtir lá do alto.

 photo 12_1.jpg

 photo 13_1.jpg

14

Lá de cima o espetáculo era ainda mais lindo. Ouvíamos as músicas perfeitamente e ainda tínhamos a vista privilegiada.

16

17

Muito amor em uma cabine.

Quando saímos da roda gigante encontramos meus tios queridos e o grupo ficou maior e mais animado! \o/

Tio Ernesto, mamys e tia Marly…Seus lindos! <3

Tomamos uma cervejinha, paramos no banheiro e seguimos para o palco mundo. Opa, o stand da Colgate está vazio… Corre lá…

Gente, eu juro que essa do meio é mãe das duas das pontas, viu!?

021 022

20

Depois foi só alegria e curtição nos shows… Dançamos, cantamos, pulamos, deitamos, minha irmã até tirou um cochilo maroto lá no gramado… Na real nos acabamos como em todas as edições fazemos.

07

08

22

Lá na Rock Street tinha uma lojinha que vendia salada de frutas fresquinha (10 reais) e foi disso que me alimentei o resto do dia. Ah e dos amendoins que minha mamys levou para mim! O resto da galera caiu dentro das paletas mexicanas, batata frita, lanche do Bobs…

Agora se eu tivesse que arriscar em quem mais curtiu o festival, eu diria sem sombra de dúvidas que foi a minha mãe:

Ela arrasa né? <3

UPDATE: Então, muitas pessoas vieram me perguntar sobre como foi ir e voltar pro Rock in Rio de BRT e como consegui (?) andar nos brinquedos. Foi o seguinte:

O BRT na ida as 11h foi super tranquilo, não tinha fila nenhuma e entrei direto no ônibus que estava aguardando na plataforma. Na ida ele não fez nenhuma parada e chegamos na cidade do rock rapidinho. Andamos uns 500 metros do ponto até a fila de entrada.
Já na volta, tinha bastante gente entrando no curral do BRT, mas ainda assim tinham ônibus com intervalos de 30 segundos e a fila andava constantemente. Em menos de 3 minutos estávamos dentro do BRT. E como minha mãe tinha parado o carro no shopping Via Parque, quando o BRT fez uma parada no ponto desse shopping descemos lá mesmo. Sem nenhum problema ou demora. O BRT nos atendeu super bem mesmo. Não mofamos em filas e chegamos em nossos destinos bem rápido.
Já os brinquedos (tirolesa e montanha russa) fomos com os vales VIPs que ganhamos ao comprar o RIR Club. Esses vales eram os brindes ao comprar o Club. Na edição passada o brinde, por exemplo, foi uma guitarra em minuatura bem lindinha. Confesso que preferiria um brinde decorativo novamente. Mas minha irmã e a Yasmin aproveitaram os vales, então valeu a pena né?!
A roda gigante tivemos que agendar horário pelo aplicativo. Fizemos isso umas 16h e agendamos para 19:30. Deu bem certo, não pegamos fila e deu para curtir tudo de boa.

Está explicado. Mais alguma dúvida? Deixa aqui em baixo!!

Até 2017 então…

Beijooooos

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...