Instagram e seus efeitos negativos


Tudo comecou quando o Instagram era exclusivamente para IOS e apenas quem tinha iphone podia ter acesso ao aplicativo em 2010. Em 2012 os usuarios de android passaram a poder publicar suas imagens quadradras na plataforma, que rapidamente virou fenomeno trend.Desde entao o Insta (para os intimos) virou uma plataforma para compartilhar a vida perfeita, a barriga chapada, as compras de grifes, as viagens e os jantares. Como toda regra possui sua exceção e aguns usuarios conseguiram utilizar para espalhar boas ações.

Agora eu não consgio contar a quantidade de vezes que vejo e escuto pessoas falando, mesmo que de forma disfarcada, como se sentem mal ao seguirem certos usuarios no Instagram. Escuto meninas xingando de forma brutal alguns usuários pelo motivos mais banais do mundo: odeio essa menina que fica postando foto dessa cintura fina enquanto viaja, morro de inveja da fulaninha que é super magra e esta noiva aos 20 anos enquanto não estuda nem trabalha, olha só esse imbecil cheio de bomba postando foto na lancha com essas interesseiras…

E essas sao as mais leves que já escutei. Alguém me explica porque essas pessoas seguem esses perfis que apenas causam sentimentos ruins neles?

O grande ponto de toda essa questão é que nenhuma vida é tão perfeita quanto aparece no Instagram. Nenhuma…

Ninguém publica foto do boleto vencido, da conta no negativo, da geladeira vazia, da celulite na bunda, do filho fazendo pirraça jogado no chão, das brigas com o marido, da parede descascada em casa e tantas e tantas coisas que são normais e naturais no dia a dia de meros mortais.

O mais produtivo é seguir perfils que vão te acrescentar coisas boas, sentimentos bons, boas dicas, boas inspirações e aqui é necessario ter um senso crítico muito forte para saber diferenciar uma boa inspiração e motivação de algo puramente invejável e inalcançável.

Eu mesma dei uma puta limpa em quem eu seguia depois de ter tido umas 3 crises nervosas na hora de dormir (momento em que eu dou aquela geral em todas as minhas timelines) por ter visto coisas bem distantes da minha realidade sendo realizadas por meninas da minha idade.

Pera la, eu não preciso disso. Nao é porque seilaquem esta assim ou assado que também tenho que estar. As vitorias dela são dela, as minhas são minhas, sejam elas quais forem, grandes ou pequenas. Não é porque a @ tal não trabalha que eu tenho que me sentir mal por ter meu emprego. E daí que arrobinha não estuda e tem muita grana?! Eu estudo e vou seguir estudando para conquistar meus $$$.
Então agora eu sigo apenas meninas que não promovem um padrão de beleza amplamente inalcançável, meninas que não postam a legenda “gordice” quando tem uma foto de uma pizza ou hambúrguer. Chega de seguir it girls que vivem ganhando presentes mega caros (mesmo tendo dinheiro para compra-los) e os exibem em viagens mensais para os 4 continentes. Nada de celebridades que não acordam cedo, não arrumam casa e nem sabem o que é pegar um ônibus lotado. Para mim já deu de gente que não me representa.
E se você é uma dessas pessoas que utilizam o instagram para propagar um estilo de vida inexistente, pare e reflita: por que você faz isso? Qual o objetivo do seu Instagram? Você quer apenas gerar inveja em cima dessa vidinha superficial que ostenta na web (e que sabemos que não é verdade) ou você quer contribuir, acrescentar, ensinar, passar coisas boas para seus seguidores?

Dou meu ipobe para pessoas reais, que trabalham, estudam, cuidam da casa, cuidam de si e quando têm tempo compartilham algo inspirador com quem tem a delicadeza de acompanhar. Quero me inspirar em looks plus size do dia a dia, afinal não vou para a balada toda noite, look lacrador é bom para a night, mas quando preciso trabalhar quero estar estilosa e linda também.

Amo poder anotar dicas de verdade, daquele bistrô delicioso que foi descoberto em sua viagem de férias, que foi suada para pagar e ninguém te patrocinou para divulgar. Me sinto bem em poder dizer que você esta linda, estonteante e gostosa naquele biquíni  que todo mundo teima em dizer que você nao pode usar, você pode sim! Não quero ver caras de 40 anos, fingindo ter 30, saindo com mulheres de 20, que não faço ideia de onde tiram grana para ficar indo para Angra em plena quarta feira.

Chega de ser torturada por essa rede social. Vamos aprender a usa-la para o nosso beneficio. Vamos dar nosso like para quem merece e faz a gente se sentir bem. Não tenha medo de deixar de seguir quem faz você se sentir mal. De verdade, liberte-se dessa fonte de coisas ruins. Sentir inveja, raiva, fracasso, ansiedade, amargura, desespero, rejeição, tormento…não é normal, não faz bem e você tem o poder de se ver livre disso.
Eu não sei qual é o seu perfil, do que você gosta e o que você almeja nessa vida, mas tenho certeza que existem perfis que se encaixam nos seus sentimentos bons. Deixem seus instagrams aqui nos comentários e vamos nos seguir e compartilhar coisas boas. Quem quiser umas dicas de instas bem inspiradores podem falar comigo e por favor compartilhem também os melhores arrobas que vocês seguem. Quero é mais amor, cumplicidade, simpatia, dicas boas, inspirações reais.

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...