7 Anos de Casados
Rojo Tango
Alongamento de Cílios
Água Saborizada

Adoro ver televisão. Detesto o que passa nos canais hoje em dia. Então a saída é Netflix e alguns outros dispositivos do tipo para ver o que gosto. Vou dividir com vocês as séries que já vi e revi algumas vezes e estão sempre na minha lista de favoritas.
O padrão por protagonistas femininas e fortes é bem evidente. Mas o que posso fazer? Nasci feminista!
=D



Xena- A Princesa Guerreira
Quem me conhece sabe que essa é a minha série favorita da vida. Desde sempre. Inclusive, sabe o primeiro e-mail constrangedor que todo mundo já teve? O meu era maraxena@zipmail.com Tem amigos que me chamam de MaraXena até hoje e eu nem ligo. Gosto mesmo. Sou fanzoca mesmo.


Xena é a protagonista da história, e a série foca em sua busca por redenção devido ao seu passado criminoso; logo após seus 17 anos Xena deixou sua aldeia e se torno uma ladra e assassina seguidora de Ares, o deus da guerra, mas arrependeu-se de seus pecados após conviver com Hércules e decidiu usar suas habilidades de luta para ajudar pessoas e aliviar sua culpa; Xena é acompanhada por Gabrielle, que no decorrer do programa se torna sua melhor amiga e principal aliada. A personagem foi criada para a série de TV americana Hercules: The Legendary Journeys em 1995, sendo, depois, transformada em personagem principal para sua própria série em 4 de setembro de 1995. O programa durou seis anos e Xena é apontada como responsável por uma mudança nos gêneros de ação e aventura e como pioneira em uma nova fase de mulheres em papéis de ação, sendo, hoje em dia, considerada um ícone da televisão mundial assim como um modelo feminista.




Desperate Housewives
Já assisti mil vezes e sempre morro de rir. Essa série tem um dos melhores roteiros que já vi. Ela sempre arranca uma boa gargalhada de você nas situações mais dramáticas possíveis. É bem realista e muito mais surrealista. Humor sarcástico, piadinhas de duplo sentido e pastelão. Mistura tudo isso com muito drama, tristezas, situações que mexem com você e um elenco de tirar o folego (tanto masculino quanto feminino). OBS: minha favorita é a Gabby. Sou/amou Gabrielle Solis.

Em Wisteria Lane na cidade ficcional de Fairview, o tema da série é a vida de cinco amigas e donas de casa, durante as o dia-a-dia das mesmas. Com um ritmo descontraído, atraente e que em todos os episódios costuma prender a atenção do telespectador mesmo quando desperta gargalhadas, a série é até hoje, uma das mais populares e de maior audiência dos Estados Unidos, muitas vezes citada como o melhor seriado de comédia dramática de todos os tempos. O estilo da série combina com elementos de drama, comédia, mistério e novela.


Drop Dead Diva
Gostosinha de assistir e maravilhosa para refletir sobre sua imagem, auto estima e padrões. Representatividade e problematização muito antes de ser cool.

A série conta a história de Deb Dobkins (interpretada por Brooke D’Orsay no episódio piloto e em flashbacks), uma fútil aspirante a modelo que morre em um acidente de carro. Ao chegar ao céu, descobre que está zerada: sem pecados e sem boas ações. Inconformada, aperta “return” no computador do anjo Fred e acaba no corpo da advogada que sofre com excesso de peso: Jane Bingum (Brooke Elliott), que estava na mesa de cirurgia, após levar um tiro dentro de seu escritório.


Friends 

Dispensa sinopses e comentários né? Melhor coisa para você deixar rolando na TV quando bate aquela bad. Não importa quantas vezes você já viu, se você já decorou todas as falas e piadas. Você vai rir de novo. Você vai torcer para a Rachel ter saído do avião, você vai se emocionar com a Mônica casando com o Chan, você vai chorar quando o Marcel for embora, você vai odiar a Emily, você vai querer estar na festa de 1 aninho da Emma, você sabe que a primeira palavra dela foi Gleba mas ela não vai pro acampamento de ciência…




Orange is the New Balck
Outra série de comédia dramática. Bem enlatado americano mas me cativou. Tem muita comédia e o drama é leve. Os conflitos são envolventes e como trata muito do universo feminino, acabo por me identificar com várias facetas das diversas personagens. Estou com os livros que basearam a série aqui para ler, mas ainda não tive tempo. Depois que ler conto o que achei para vocês.

A série se desenvolve ao redor da história de Piper Chapman, que mora em Nova York e é condenada a cumprir 15 meses numa prisão feminina federal por ter participado do transporte de uma mala de dinheiro proveniente do tráfico de drogas a pedido da sua ex-namorada, Alex Vause, que é peça importante num cartel internacional de drogas. O delito ocorreu dez anos antes do início da série e, no decorrer desse período, Piper seguiu sua vida tranquila entre a classe média-alta de New York, ficando noiva de Larry Bloom. Quando presa, Piper reencontra Alex, elas reanalisam seu relacionamento e lidam com suas companheiras de prisão.


Buffy the Vampire Slayer


Outra super heroína que mete a porrada em todo mundo e ganhou meu coração. Adoro como ela luta, como ela fala, como ela se maquia… Meu objetivo de beleza quando era adolescente. Além do enredo principal, os plotes amorosos são super fofos. Sempre curti um amor impossível bem no estilo ‘caçadora se apaixona por vampiro’.


Buffy Anne Summers descobriu, quando ainda era uma adolescente, que não era uma menina comum. Buffy é uma das escolhidas para lutar contra o mal, forte e corajosa que tem um destino a cumprir: proteger o mundo de monstros. Assim, depois de ser treinada por seu Guardião, Giles, ela vai alternar sua vida entre matar vampiros e demônios e curtir sua vida em Sunnydale, uma cidade que abriga a Boca do Inferno, de onde saem os piores seres possíveis. Buffy conta ainda com a ajuda de seus amigos Xander e Willow.



Que delícia fazer esse post. Vontade de re-assistir todas essas de uma vez só.
Quem topa uma maratona? 

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...