Fashionista em treinamento
Baste-se
Top 3 Baratinhos
Mastopexia- Terceira Parte
Você consegue Escapar?!
Quero começar esse post falando que sou totalmente contra qualquer tipo de zoológico e afins. Minhas convicções nesse sentido são super sólidas.

Durante minha viagem para Buenos Aires tinha planejado um passeio para uma fazenda, com direito a muito verde, natureza, comidinhas típicas e tal. Devido a problemas internos esse passeio não pode se concretizar e acabamos indo para um outro passeio, o Temaikèn. Onde iríamos ter contato com natureza e animais também. Mesmo contrariada, aceitei a ideia.


E que surpresa boa, o passeio foi incrível, o lugar é lindo, bem cuidado, os animais (apesar de estarem confinados) estavam com aparência boa, o espaço era aceitável, o dia estava espetacular (12 graus em média com solzin que aquecia) e, claro, eu tinha os melhores parceiros de viagem.

Temaikèn é um bio-parque com uma área de 34 hectares. A essência do lugar é o respeito ao planeta e a natureza em geral.



Nada de jaulas ou gaiolas, todos os bichos encontram-se em ambientes amplos, bonitos e bem cuidados. O parque tem uma atmosfera deliciosa, onde podemos aproveitar muito ao ar livre, sentir a brisa no rosto, admirar e sentir o perfume das flores, ficar por 40 minutos conversando com um Suricato, contemplar um hipopótamo almoçando ou um tigre tomando sol. É indescritível a paz que encontrei nesse lugar.



Um dos pontos altos é o aquário. Não foi meu favorito pois de todos os animais que vimos, os peixes são os que mais estão ‘confinados’. Mesmo a seção chamada Oceano (inaugurada em 2012), com um milhão de litros de água e nove variedades de tubarões me deixou incomodada.






Outra atração bem legal foi o Cinema 360. Onde podemos ver (em pé mesmo) um filminho o que vimos era sobre a criação e evolução do mundo e da natureza como um todo, nossa responsabilidade em cuidar da Terra, cheio de efeitos especiais e alta tecnologia (algo bem parecido com os cines 4D de Orlando).




O único problema que tivemos foi com alimentação. Não tinha quase nenhum restaurante aberto (fomos em dia de semana), os que estavam abertos tinham sua capacidade totalmente revertida para atender as excursões de escola (que naquele dia representavam 60% das visitas no parque). Pelo menos o parque estava bem vazio mesmo, nossa estratégia foi fazer o roteiro inverso das excursões de escola e conseguimos curtir tudo do parque sempre praticamente só para gente. Isso foi maravilhoso.




A limpeza do lugar é um espetáculo à parte. Banheiros, áreas comuns, viveiros e tudo mais: sempre bem limpinho mesmo. Os funcionários eram sempre bem fofos conosco.



As flamingas que você respeita!


Como já falei, foi uma agradável surpresa esse passeio e eu recomendo para todo mundo: família com crianças, casais apaixonados, jovens que curtem natureza, ou qualquer pessoa que queira encontrar um pouco de paz e tranquilidade. Essa foi uma das melhores experiências que já tive em uma viagem.


Fizemos amizade com essa família super legal de São Paulo. Inclusive, beijos Marcelo, Renata e Guilherme <3

O parque está localizado na cidade de Escobar, a 50 km do centro de Buenos Aires. Não sei quanto está o ingresso, pois pagamos um pacote com entrada e transfer com o nosso guia particular (ai que chiques). Se alguém quiser o contato do Antônio, só me mandar uma mensagem, ele é show e nos ajudou DEMAIS, de confiança e super gente boa.
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...